quinta-feira, julho 26, 2012

Olá Queridos Insanos,

O Imaginários Books está de cara nova, e em homenagem a essa grande mudança, faremos o nosso primeiro sorteiro Literário. O mesmo será realizado no dia 11 de Agosto de 2012.

O kit contém: 1 exemplar do livro " Para Sempre", de Kim e Krckitt Carpenter. 1 exemplar do livro " O Segredo de Emma Sullivan", de Nanda Silveira. E 1 exemplar do livro "O Príncipe Gato, e a Ampulheta do Tempo", dos autores Bento de Luca.

Para participar responda, nos comentários abaixo, juntamente com seu nome completo, a seguinte pergunta:


Se num Feitiço você fosse transformado(a) em um GATO e PARA SEMPRE, tivesse que esconder esse SEGREDO, o que você faria?

Fique atento ao blog. No dia 11 de agosto, o sorteio se realizará, no próprio Blog do Imaginário's. O vencedor deverá entrar em contato conosco por e-mail (imaginarios-books@hotmail.com) e fornecer seus dados, para que possamos entregar o Kit.


Por Insana KZ.
Aos
Fissurados por Livros

Reações:

29 comentários:

  1. Eu miaria muito

    ResponderExcluir
  2. Primeiro me aventuraria pelos telhados de zinco da vida, depois voltaria, bem vira-lata ao aconchego dos braços da pessoa amada. Continuaria a afiar as unhas, agora no tapete, e lamberia meu amor todas as noites...silenciosamente...para sempre...

    ResponderExcluir
  3. Eu ficaria quietinha na minha... Aproveitando minhas vidas de gatinha

    ResponderExcluir
  4. Joel Afonso de Mattos26 de julho de 2012 16:09

    Eu correria muito até encontrar um grande amor felino

    ResponderExcluir
  5. Anna Carolina Baldini26 de julho de 2012 16:19

    Eu procuraria uma familia que gostasse de gatinhos

    ResponderExcluir
  6. Sandro Henrique Fortunaro26 de julho de 2012 16:21

    Eu buscaria um jeito de reverter o feitiço :p

    ResponderExcluir
  7. Como os gatos são estrategistas, silenciosos e observadores...descobriria um geito para ocultar de todos este segredo.

    ResponderExcluir
  8. Viveria gatiando pelas noites.... na companhia da lua

    ResponderExcluir
  9. EU NADA FARIA PARA REVERTER O FEITIÇO PORQUE OS GATOS SÃO TÃO AMADOS EU IA PROCURAR UMA DONA MEIGA E DOCE QUE ME FIZESSE CARINHO E CUIDASSE DE MIM COM AMOR.

    ResponderExcluir
  10. Eu, com certeza, namoraria uma gatinha e viveria a vida de bichano

    ResponderExcluir
  11. Wellington Barbosa26 de julho de 2012 16:56

    Vou namorar todas as gatas possíveis!

    ResponderExcluir
  12. Iria conhecer todas as bibliotecas do mundo e aproveitar o resto da minha vida para ler incessantemente. Não teria ninguém para dar explicações e seria feliz com os meus personagens.

    ResponderExcluir
  13. Francielle Fortunato26 de julho de 2012 18:51

    Eu chamaria um Padre para me libertar do feitiço :p

    ResponderExcluir
  14. Eu seria livre e preguiçosa como um gato deve ser!

    ResponderExcluir
  15. Procuraria uma família bem carinhosa e amorosa se fosse a de um cientista seria melhor ainda e tentaria fazer parte da família para trazer a alegria e assim arrumar alguma forma de achar um antidoto ou algo assim para que eu possa voltar ao meu estado humano novamente

    ResponderExcluir
  16. Tentaria viver entre as pessoas que eu amo, sendo o bichinho de estimação delas.

    ResponderExcluir
  17. Oque eu faria ... Viveria saltitante...livremente ,pois é gatos me passam essa imagem ...liberdade , tem uma força oculta ,são totalmente independentes.


    minhas lembranças se remeteram há anos ,alguém ai ja ouviu o Gato com Vinicius de Moraes!(vale a pena)

    ResponderExcluir
  18. Viveria naturalmente, cedendo aos instintos felinos. Certamente durante esse tempo, minha família sofreria com minha partida, não sabendo o que aconteceu comigo, e tentaria preencher o vazio de minha ausência com o amor de um felino. Os gatos são ditos dotados de um "sexto sentido", que veem coisas que não vemos, e protegeria-os de todo o mal que poderiam os cercar. Viveria entre eles como se nada tivesse acontecido, dando maior carinho que eu pudesse. Por que mesmo na situação que me encontrava, presa por um feitiço, eu ainda poderia estar ao lado deles e ter a chance de torná-los felizes. Esconderia meu segredo com a sensação de que nunca tivesse partido e nada tivesse acontecido.E nada é mais importante nessa vida para mim do que a vida e felicidade daqueles que amo.

    ResponderExcluir
  19. Se o segredo é para ser escondido para sempre, me renderia a uma única alternativa: Viver a vida da realidade a qual pertenço agora. Aproveitaria para ir a lugares que nunca fui, seria livre, mas jamais esqueceria daqueles que me deram amor. Observaria suas vidas, e em algum momento daria um jeito de voltar para eles, mesmo num corpo tão diferente.

    ResponderExcluir
  20. Seria muito dificil para mim guardar esse segredo principalmente porque não conseguiria ficar longe daqueles que eu amo. Mas enxergaria o lado bom disso, e usaria minhas 7 vidas para fazê-los muito felizes, dando muito carinho.

    ResponderExcluir
  21. Iria esconder esse segredo entregando-me totalmente aos instintos. Mas empregaria todas minhas forças e vidas para ficar perto das pessoas amadas. Seria companheira e usaria meu tempo de vida para torná-los felizes.

    ResponderExcluir
  22. Tentaria mesmo escondido reverter essa situação envolta em tanto mistério. Tentaria me adaptar a esse novo mundo somente para sobrevivência. E às escondidas, estaria perto daqueles que amo.

    ResponderExcluir
  23. Primeiramente, optaria por uma boa vingança àquele que me transformou. Então poderia me arriscar a salvar a vida de meus antigos familiares com minhas habilidades felinas, após, tentaria me acostumar à nova vida, mesmo com a eterna dor de não ser reconhecido nem poder me revelar, porém, para deixar a tristeza de lado, seria um super-herói, o Gato-Mestiço, e faria o possível para salvar minha cidade... Nisso, chamaria muita atenção, logo teria de sair da cidade, e, como um pequeno felino, não teria muita dificuldade, o que me daria oportunidade de me aconchegar nos afagos de uma menina que gostei por demais em minha vida humana, minha namorada, que lamenta meu sumiço, logo iria para seu colo, onde ela, por alguma razão, veria que há um pouco de minha personalidade humana no porte de gato, logo ela me amaria para matar a saudade de mim mesmo... Provavelmente ela arranjaria um novo namorado, então teria eu de impedir qualquer homem na casa dela, porém ela me acharia muito controlador, bem um perfil de um gato, e me arranjaria uma família, bem longe dela. Mas seria melhor assim, ser um gato clandestino, afinal não sobraria para minha menina em ter que se explicar o porquê de guardar em sua casa como refém um super herói, logo ela seria interrogada... Bem, não aguentaria isso. Assim, clandestino, vagabundo, pelo menos eu posso aproveitar um pouco de minha vida sem condutas, é, iria me acostumar com esse eterno segredo de que era Eu aquele gato super herói, porém ficaria de resguarda, voltando de vez em quando para minha velha cidade para conferir se há algo errado ou uma alerta de apocalipse zumbi, então, caso não houvesse nada de grave, visitaria minha amada humana, passaria algumas horas com seu mimo, depois voltaria para minha vida de Super-Gato-Vira-Lata. E assim seria minha vida, ou melhor, minhas sete vidas... Talvez, para mudar a rotina, me infiltrava num laboratório maligno, ativava a liberação de um vírus de mutação, nos humanos, (bem longe de minha terra), então me ocuparia azunhando, com minhas garras hiper mega afiadas, esses mutantes, e salvando a pátria mais uma vez. Claro que assim eu seria reconhecido nacionalmente por meus poderes e talvez não vivesse mais em paz, talvez surgisse oportunidade de ficar bilionário, então eu diria a verdade sobre mim... SHIIIIIU! É SEGREDO PARA SEMPRE, ESQUECEU? Bem, é isso que eu faria, e assim continuaria uma vida, vagando de terras em terras, arrancando miaus de muitas gatinhas, mas sem nunca me esquecer de minha menina... Ah, o que ninguém sabia até agora é que essa minha menina também é super heroína, melhor, é a Mulher Gato, ou como eu costumo chamá-la, A Mulher do Homem Gato! Mas é segredo viu?

    ResponderExcluir
  24. Eu já estaria guardando o segredo, pois gatos não falam eu iria apenas miar e encontrar um dono.

    ResponderExcluir
  25. Aceitaria a situação, por que se aconteceu, teve um motivo. Alguém tinha outros planos para mim, ou queria me dar uma lição. Então, teria de enfrentar os desafios de minha nova vida de cabeça erguida. Viraria um super-herói, protegendo as pessoas boas do mal que circunda nossa sociedade. Empregando dessa forma, as forças de minhas 7 vidas para descobrir uma maneira de tirar a humanidade da escuridão, da ignorância e da sede descontrolada de poder. Ninguém iria desconfiar de um gato, e iria utilizar esse disfarce para agir. Sempre pensei que o mundo esconde mais coisas do que aparenta e a realidade pode estar repleta de coisas que pensávamos existir somente na fantasia. Desse modo, investigaria as pessoas suspeitas, ajudaria a humanidade como eu pudesse, mesmo estando preso no corpo em que estava. Avistaria de longe minha família, mas não voltaria para seus carinhos pois poderia doer demais estar tão perto e não poder abracá-los por minha condição. Então partiria a descobrir coisas misteriosas que circundam nosso mundo, e quem sabe partiria para uma dimensão diferente, onde poderia viver com tranquilidade, onde houvesse pessoas como eu, atingidas por feitiços que as transformaram para sempre. Me esforçaria ao máximo para dar um sentido á minha existência, fazendo valer a pena meu coração, mesmo que de uma forma diferente, continuar batendo. Todo indivíduo tem uma missão, e se a minha estava atrelada a viver como um gato e condenado a esconder esse segredo, das mais variadas formas, iria cumpri-la. Por meio da mesma magia que mudou minha vida, partiria a uma viagem pelo mundo, sem destino certo. Conheceria meus escritores amados e idolatrados, e acompanharia de perto suas criações, pelos olhos de um felino. E nunca, jamais, iria desistir de minha caminhada, pois mesmo que a vida tente me derrubar, os gatos sempre caem de pé. E enfim, depois de minha cansativa viagem, e somente depois de ter finalmente compreendido e acompanhado as descobertas a cerca da existência humana, e de ter me divertido e ajudado muito, mesmo que me restasse somente a ultima de minhas 7 vidas, retornaria ao Brasil, á minha família. Destinado a morrer em minha pátria. E quem sabe aquele que me enfeitiçou, reconheceria no fim, que me proporcionara uma chance de dar sentido á minha existência, e que não fora uma pessoa indigna de confiança. Dando-me assim, a chance de ver pela última vez, as pessoas que mais tinham importância para mim, e que pudesse dizer a eles que os amava, antes que meu corpo perdesse a força e minhas pálpebras pesassem, para os meus olhos jamais se abrirem novamente. E o mundo talvez em fim soubesse, que mesmo no mais íntimo das pessoas, ainda há espaço para a bondade e confiança, e que o mundo não precisa viver só de violência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabio Nazareno R.2 de agosto de 2012 22:18

      Desculpa, tinha esquecido de colocar o sobrenome, aí para não postar o comentário novamente, respondi o mesmo com meu nome completo. Tem algum problema Imaginário's?

      Excluir
    2. Nenhum problema querido
      Att
      Equipe Imaginário's Books.

      Excluir
  26. Se o meu destino foi mudado por um feitiço, passaria a viver em um mundo de fantasia. Partiria para Hogwarts, onde encontraria Alvo Severo Potter, que poderia me adotar como bichinho de estimação e consequentemente me levar para casa nas férias. Assim, encontraria Harry Potter, e seria o um felino muito amável, tentando reparar a dor da perda de Edwiges. E assim passaria a viver em um mundo mágico, repleto de mágicas e mistérios. E talvez Hermione poderia me ajudar com um feitiço reversivo. Caso a magia fosse permanente, partiria para uma outra viajem, despedindo-me de meus amigos que me acolheram. Encontraria então Bonnie, ela talvez poderia me ajudar, com suas magias descendentes dos druidas. Ficaria perto de Elena, Stefan e Damon, vivendo nesse mundo sobrenatural, partilhando de suas aventuras. Mas, não me prenderia em um único lugar. Partiria para o acampamento meio sangue, e encontraria Percy Jackson, com o intuito de conhecer melhor a mitologia grega, da qual sou fanático. Acompanhar e ajudar Percy em suas batalhas, além de conhecer os Deuses como ninguém jamais pensaria em conhecer. Como seria dotado de 7 vidas, talvez conseguisse desvendar O MISTÉRIO DE EMMA SULLIVAN, adquirindo PARA SEMPRE a identidade, embora ás escondidas, pela qual todos me chamariam de O PRÍNCIPE GATO.

    ResponderExcluir
  27. aceitaria, e viveria uma aventura, para encontrar um o Príncipe dos meus sonhos , pois com um beijo verdade qualquer feitiço pode ser quebrado, só basta você você acreditar...
    Laryssa lima dos santos

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas serão excluídas do blog. Todos tem direito de opinar, criticar, entre outros, mas ao usar de palavras inapropriadas, seu comentário será removido. Att.